União das Freguesias de Baixa da Banheira e Vale da Amoreira
Pesquisar
Freguesia
Junta de Freguesia
Assembleia de Freguesia
Newsletters
Início > Movimento Associativo

Associação de Pára-Quedistas do Sul

Estava-se no início do ano de 1985, quando um pequeno grupo de ex-militares pára-quedistas, entre eles JACINTO MACEDO, começaram a pensar na necessidade de formar uma Associação de Pára-Quedistas, tendo como objectivo primordial a continuação da união (que sempre foi apanágio das Tropas pára-quedistas) e do convívio entre eles, na Região Sul do Tejo, a exemplo da Associação de Pára-Quedistas do Norte, já existente no Porto.
Após diversos contactos pessoais conseguiram organizar um 1º encontro de ex-pára-quedistas em Paio Pires no dia 05 de Março de 1985.

Foi neste encontro que se fizeram contactos importantes para formar uma Comissão Provisória que conduziria à formação da Associação. Foi decidido após algumas reuniões da Comissão Provisória avançar finalmente para a criação da Associação de Pára-Quedistas do Sul. Mas, existiu um percalço, uma vez que contactada a Aeronáutica Civil, entidade responsável por esta actividade, esta veio a indeferir o pedido e portanto a atrasar a sua formação.

Assim sendo e fazendo jus ao lema dos Pára-Quedistas “QUE NUNCA POR VENCIDOS SE CONHEÇAM”, foi o JACINTO MACEDO incumbido de contactar a Associação de Pára-Quedistas do Norte para estudarem a possibilidade de criar a Associação de Pára -Quedistas do Sul. Nesses contactos, admitiu-se criar na Baixa da Banheira uma delegação sua, que aquela Associação (APN) aprovou em reunião conforme está exarada na sua acta nº3! A 30 de Novembro de 1985, realizaram-se eleições para os órgãos directivos da Delegação do Sul da Associação de Pára-Quedistas do Norte.

Deste acto foi dado conhecimento às seguintes entidades oficiais: Câmara Municipal da Moita; Câmara Municipal do Barreiro; Comando do Corpo de Tropas Pára-Quedistas e Estado Maior da Força Aérea. Após a eleiçãoes dos órgãos directivos começou por se organizar alguns eventos, entre eles, um almoço convívio , uma exposição estática aeroterrestre (sobre pára-quedismo) e um torneio de tiro ao alvo (carabina de ar comprimido).

No segmento destes eventos foi considerado que era altura para legalizar a Associação, tendo sido mandatados para esse fim, JACINTO MACEDO, VITOR REINALDO e SILVÉRIO FAUSTINO, que em 25 de Fevereiro de 1987 conseguiram o Registo Nacional no Cartório da Moita e finalmente a sua publicação em Diário da Republica a 07 de Maio de 1987.

Com o passar dos tempos e mudanças de mentalidades, surgiu uma nova razão para a existência desta Associação, não é só continuar a ser um elo de ligação entre aqueles que foram e são Pára-Quedistas militares, como também unir todos os praticantes do desporto e divulgá-lo.
Posteriormente a Associação constitui-se como membro fundador da actual entidade responsável pelo pára-quedismo civil nacional, a Federação Portuguesa de Pára-Quedismo.
Neste momento o principal objectivo desta Associação é mesmo o de desenvolver o interesse de todas as pessoas, com mais de 17 anos, sem distinção de sexo, pelo pára-quedismo como desporto a salutar e 100% seguro.

APQS - Continuação | Voltar ao Menu
Printer Friendly Page Send this Story to a Friend


Agenda
Fevereiro 2019
S T Q Q S S D
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28      
Divulgação